VOCÊ esta em
MINAS GERAIS Mercedes-Benz Uberlândia
ENCONTRE SEU VEÍCULO
FAÇA UMA BUSCA AVANÇADA

NOTÍCIAS

Mercedes-Benz C180

Mais álcool, Fritz!

Vinícius M. Serbeto

A tecnologia flex é consagrada e a Mercedes-Benz já a testou com sucesso nos modelos da classe A, GLA e CLA. Chegou a vez da classe C.
Produzido em Iracemápolis, São Paulo, o primeiro e único motor dessa classe a queimar álcool, além da gasolina, será o 1.6 turbo do 180. Os modelos 200 e 250, que utilizam o 2.0 turbo, continuarão consumindo exclusivamente gasolina.

Para suportar as condições de PH e ponto de ignição do etanol o motor precisou de uma recalibração por parte da matriz alemã dedicada somente ao mercado brasileiro. As principais alterações estão na bomba de combustível, injetores, cabeçote, sonda lambda e catalisador. 

Os parâmetros de potência e torque não foram alterados. Os 156cv e 25,5Kgfm ainda estão lá e deslocam o carro de 0 a 100Km/h em 8,8s. Segundo o INMETRO, o consumo médio foi de 7 e 9,2Km/L na cidade e estrada, respectivamente, quando abastecido com o combustível de origem vegetal. O sistema start/stop continua funcionando normalmente.
A transmissão automática de sete velocidades traciona as rodas dianteiras. A carroceria é sustentada por um conjunto de suspensão McPherson na dianteira e multilink na traseira. Seus 1.425Kg são distribuídos por 4,68m de comprimento, 2,84m de entre-eixos, 1,44m de altura e 2,02m de largura. Toda a sua massa é estancada por freios a disco em todas as rodas e calçada por pneus 225/50R17. O porta-malas possui 480L e o tanque de combustível 66L. 

O C180, na versão de entrada, custa R$ 148.900 e corresponde a 54% das vendas do modelo no Brasil.     

 

Mercedes-Benz C180